tecmundo

FOTO: tecmundo

tecnologia

Amazon alerta sobre riscos de usar a extensão Honey do PayPal

Amazon está emitindo alertas de segurança para os compradores que utilizam a extensão Honey em busca de descontos na sua plataforma de compras, além de aconselhar aos usuários a desinstalação imediata da ferramenta adquirida recentemente pelo PayPal.

Disponível para os principais navegadores, a extensão vasculha lojas online à procura de cupons, ofertas e promoções, mas de acordo com a empresa de Jeff Bezos ela estaria indo além e rastreando os hábitos de compras dos usuários, coletando informações a respeito do histórico de pedidos.

O editor do site Politico Ryan Hutchins compartilhou em sua conta no Twitter uma captura de tela mostrando o alerta. Na mensagem, a companhia avisa que a extensão rastreia as atividades do usuário, tendo a capacidade de ler e alterar qualquer dado em todas as páginas visitadas por ele.

Alerta recebido por usuário da extensão. (Fonte: Reprodução Twitter/Ryan Hutchins)

Na sequência ela recomenda a remoção, para que o comprador mantenha a privacidade dos seus dados em segurança e traz até um link com instruções para ajudar a desinstalar a ferramenta.

As explicações das partes envolvidas

Em comunicado enviado à Wired, a companhia de e-commerce não esclareceu o que a levou a classificar a extensão como perigosa, limitando-se a dizer que faz esse tipo de alerta aos seus clientes quando verifica a presença de ferramentas utilizadas para coletar dados de compras sem consentimento.

Já a Honey negou que o rastreamento seja um risco à segurança dos clientes e revelou usar os dados apenas para “ajudar as pessoas a economizar dinheiro e tempo”.

Ainda de acordo com o porta-voz da empresa, as informações coletadas não são vendidas a terceiros e a sua política de privacidade e segurança são bem claras quanto a isso.

Fonte: Tecmundo | Link Notícia | Data: 13/01/2020

Publicado por: Administrador